Existe Brasil sem Neymar?

Comentarios
Colaboração de Jean Marcel

Existe Brasil sem Neymar? (Foto: Fabrizio Bench/AFP)

A lesão de Neymar foi o assunto mais falado em todos os noticiários (esportivos ou não), programas de entretenimento, redes sociais e conversas de "buteco" desde a última sexta-feira. Foi falta, não foi. Lance pra amarelo, pra vermelho. Punição severa, ou punição branda. Sem entrar no mérito de discutir a jogada que tirou o craque brasileiro da Copa, até porque não há mais tempo para lamentar, e sim pensar em saídas. A entrada de Willian é um dos esquemas planejados. Por meio dessa simples ferramenta (ao mesmo tempo chata e complicada, mas pelo menos é gratuita), tentarei encontrar outras soluções para o escrete canarinho. A análise é feita visando o jogo de amanhã, que Thiago Silva estará suspenso, por isso não está presente nas pranchetas. Outro detalhe, é Henrique como titular, e não Dante, já que ele foi o suplente de Neymar na última partida. A simulação foi feita antes da confirmação do zagueiro do Bayern entre os 11.

A primeira opção é a que mais deve agradar aos que confiam no camisa 9 brasileiro. Com o meio-campo mais fortalecido, a bola chegaria em melhores condições pra Fred. A movimentação de Hulk na frente é um dos trunfos nesse esquema, se apresentando para triangular com os que vem de trás. Hernanes foi pouco utilizado durante a Copa, talvez pela declaração dada após a partida contra o Panamá, ainda na fase de preparação, quando falou que não entendeu o motivo de ter ficado na reserva, preterido por Ramires. Se existe alguma mágoa, é a hora de Felipão deixar de lado, em nome da qualidade de passe e a técnica que o meio campista da Internazionale possui, além de ser um auxílio para Oscar na criação. Fernandinho e Luiz Gustavo ficariam encarregados por cobrir a subida dos laterais, além de se apresentar no ataque quando possível.

football formations

Sabe quando uma coisa na sua vida dá certo, ganha reconhecimento, e você acaba sendo lembrado por ela? Exatamente o que acontece com Felipão. Reedição de 2002, porque não? Fechar a casinha, congestionar o meio-campo, soltar os laterais, pegar a Alemanha desprevenida no contra-ataque. Na comparação com a seleção do penta, os jogadores atuais são bem mais técnicos. Marcelo e Maicon (ou Daniel Alves) são mais habilidosos que Cafú e Roberto Carlos, mas não necessariamente mais completos, e sim mais ofensivos. Os volantes tem papel imprescindível na cobertura da subida dos laterais. Com o 3-5-2, ou 3-6-1, com Hulk mais próximo do meio, aumenta a responsabilidade de Fred para marcar gols e de Oscar para fazer a distribuição do jogo.

football formations

A terceira possibilidade é a que mais me agrada, e não vi nenhum comentarista citar essa formação. Se Fred só fez um gol no Mundial, porque insistir no centroavante? Apostar na rapidez do meio campo, agilidade no contragolpe. Mais uma vez, Fernandinho e Luiz Gustavo terão uma função importantíssima no esquema. Os dois darão segurança para que o ataque jogue tranquilo, com liberdade. A dupla vai ter que ficar mais atrás, subir só quando tiver certeza do lance, ainda mais com os avanços de David Luiz. O menino da alegria nas pernas seria uma boa peça pra infernizar a defesa adversária, e Hulk poderia se movimentar, abrir espaço pra quem vem de trás. É mais uma situação de esquema pro segundo tempo, já com a bola rolando, do que formação inicial. É muito difícil o senhor Scolari arriscar tanto a esse ponto.

football formations

Opções não faltam pra Luiz Felipe Scolari. Pra quem pensa que a seleção brasileira é super dependente do Neymar, os próximos dois jogos poderão provar o contrário. Talvez, a torcida seja mais dependente dele, do que a próprio time. Messi para a alviceleste, é mais fundamental que Neymar para a amarelinha. Ainda mais sem Di Maria, que vem sendo muito mais participativo que Lionel, que é o cara que decide. Para o bem ou para o mal, Belo Horizonte entrará para a história do futebol nesta terça-feira. O Brasil tem chances sem o "Menino da Vila", basta aproveitar o fato de estar em casa e tirar forças dessa situação, para buscar o hexa na Copa das Copas.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.